Wednesday, June 14, 2006

talvez a vida seja a morte
e quando a gente morre,
acorda e vive,
com medo de morrer,
quer dizer, de tornar a viver.
(clarice lispector)


photo by cindy sherman

21 Comments:

Blogger Kraak/Peixinho said...

É como mergulhar no Dia e de repente saltar sobre nós a dor da Noite e toda a sua inteira jornada. A vida tem a sua beleza, nem que seja à força.

Bjzz e um búzio

1:52 pm  
Anonymous luís said...

e de manhã acordamos no fundo do rio a ver coisas passar por cima

8:45 pm  
Blogger paulina y marco said...

coisas passando por cima das nossas cabecas

11:21 pm  
Blogger merdinhas said...

"O que te digo agora deve ser lido rapidamente como quando se olha."

11:51 am  
Blogger holeart said...

com a propria dentro: paisagem com C.

8:10 pm  
Blogger jose said...

curioso. pensei que tinha comentado esta.
devo ter escrito mas não publicado. enfim, é só eficácia.
bem. no comentário dizia que gost ei imenso da frase. bem boa. vou procurar mais coisas da autora.

2:52 pm  
Anonymous agri-doce said...

Eros e Thanatos confundidos...

2:01 am  
Blogger holeart said...

é sempre assim.
-acha que vai chover?
-como?
ups!

9:58 pm  
Blogger Viajante said...

Fantasioso... mas espelhável!
E cada sono é uma pequena morte...

10:24 pm  
Blogger manhã said...

não posso em circunstãncia alguma concordar. A vida é o contrário da morte, estar vivo é mesmo o contrário de estar morto, como a alegria é o contrário da tristeza, não se confundem como estados, nunca, só no tempo todo, no tempo absoluto.

11:18 pm  
Blogger Naked Lunch said...

não sei. não me apetece pensar nisso. a vida é... não existe e não interessa, muito

12:38 pm  
Blogger Mr_Lynch said...

Corpo-Visível;
Não sou grande conhecedor da obra de Clarice Lispector, embora saiba que ela é muito aclamada no Brasil. Porém, este trecho atiçou-me o apetite... Mais uma pesquisa minuciosa na livraria da esquina...
*

4:01 pm  
Blogger Samartaime said...

ela é MT.MT. especial....a C.L.




como este espaço.

7:31 pm  
Blogger Rita said...

Para mim não se trata de concordar, mas de sentir.

Há eco em mim, nisto que se diz.

11:49 pm  
Blogger O Caso de Charles Dexter Ward said...

Tu que gostas tanto de séries tens aqui bom material para fazer uma sobre a vida e o viver.
:)
Não chegaste a dizer como correu o Lovecraft pelas mãos dos The Tiger Lillies & Alexander Hacke.

1:28 am  
Blogger Miguel Afonso said...

e de repente foi porque nos esquecemos de morrer

8:01 pm  
Blogger O Caso de Charles Dexter Ward said...

É definitivo: um dia destes mudo-me para o Porto!
Grrrr!!

1:35 am  
Anonymous Anonymous said...

Existem pessoas que nos fazem querer tornar a viver.
Olá Corpo Visível!
Francisco

11:44 am  
Anonymous Anonymous said...

Pour toi :)

http://www.youtube.com/watch?v=9WOJrFoAK9I

6:27 pm  
Blogger Mendes Ferreira said...

b
e
i
j
o


e bom domingo.

c
o
r
p
o
.

10:34 am  
Blogger A. said...

Sorrio sim...mas

"...é como se o mundo estivesse á minha espera.
E eu vou ao encontro do que me espera."

C.L.

...e ás vezes cansa.Apenas isso.

:)

1:47 am  

Post a Comment

<< Home