Sunday, January 21, 2007

nunca
mas nunca será ela capaz
de andar
da mesma forma que foi capaz
de sulcar os espelhos
(vasko popa)


photo by helena almeida

21 Comments:

Blogger holeart said...

deveria ver primeiro

cheirar-lhe "o chão", "os pés", "o espelho"...

4:52 am  
Blogger m.i.m. said...

pois não. depois de sulcar os espelhos ficou com os pés magoados. agora contempla o oceano (outro espelho) desde a casa.

MARINA ABRAMOVIC: “THE HOUSE WITH THE OCEAN VIEW”

9:34 am  
Anonymous marta said...

não conhecia Vasko Popa...mas reflecte extraordinariamente esta série da Helena Almeida. Gostei muito.

1:38 pm  
Blogger intruso said...

sulcos
vincos
feridas
espelho impossível.

(um autor a conhecer melhor.....)

8:52 pm  
Blogger intruso said...

(e as palavras ficam-lhe bem, à que sulca as telas e os vazios e os espelhos)

8:53 pm  
Anonymous [n] said...

no silêncio, mesmo aí [não esqueças] sou capaz de andar contigo.

10:19 pm  
Anonymous [n] said...

no silêncio, mesmo aí [não esqueças] sou capaz de andar contigo.

10:19 pm  
Blogger merdinhas said...

o corpo.
a superficie.
o espelho.

O corpo-espelho

os sulcos.

10:55 pm  
Anonymous Por Mirandela said...

Passem pelo nosso blog e deixem a vossa opinião. Se quiserem enviar a vossa opinião seja pelo SIM ou pelo NÃO enviem para pormirandela@hotmail.com

blog Por Mirandela, o caminho certo da cidadania

www.pormirandela.blogs.sapo.pt

11:11 pm  
Blogger Frioleiras said...

vidro,
cristal,
espelho,
... alma ...

1:50 am  
Blogger Y. said...

nunca mas nunca o tempo
de te esquecer.




beijo.

12:04 am  
Blogger E-clair said...

Boa e muito fecunda parceria!

1:26 pm  
Blogger Mr_Lynch said...

Corpo visível;
Por vezes é muito mais difícil caminhar (na estrada da vida) do que sulcar os espelhos (dos sentidos).

PS: Desconheço o trabalho de Vasko Popa. A descobrir...

*

3:17 pm  
Blogger O Caso de Charles Dexter Ward said...

Que imagem e texto perturbantes!

1:23 am  
Blogger art&tal said...

já morri.

estou em lista de espera para um novo corpo.

5:54 am  
Anonymous Anonymous said...

Eu a beijar-te os pés magoados...
Francisco

4:19 pm  
Blogger intruso said...

(quer parecer-me que sim... que o blogger tem formas de pressão... sub-reptícias)
;)


Helena continua aqui,
com sulcos e espelhos
emprestados;
a sentir e ser chão.

8:26 pm  
Anonymous Anonymous said...

nunca mas nunca me esqueço de ti.




:)))))))))))


beijo.



Piano

12:53 am  
Blogger art&tal said...

1ª propaganda: nunca me esqueço de ti.

2ª propaganda: nem eu.

1ª propaganda: nunca

2ª propaganda: sim?

1ª propaganda: o que estás a tentar dizer?

2ª propaganda: nadaaaaaaaaa! eu nunca digo nadaaaaaaaaaaaa! apenas olhei... pensei.

7:09 am  
Blogger vermelho como a estrada said...

I'm speechless!

12:04 am  
Blogger Kraak/Peixinho said...

Com os pés. Com os dentes. Com música. Será ela um réptil?

12:07 am  

Post a Comment

<< Home