Thursday, March 13, 2008

e como estrelas duplas consanguíneas,
luzimos de um para o outro
nas trevas.
(herberto helder)


"i'm a cyborg but that's ok" by park chan-wook

24 Comments:

Blogger nuno said...

não bastasse ser uma DAS frases,
foi um encontro, sim,
hoje.

12:37 am  
Blogger intruso said...

:)

it's ok
quando há a treva e um luzir espelhado.

7:30 pm  
Blogger intruso said...

[belissimo este]

7:30 pm  
Blogger menina limão said...

lindíssimo o frame (tu e os filmes orientais que tens a sorte de poder ver primeiro), assim como o poema.

5:06 pm  
Blogger merdinhas said...

gosto muto dessa "Carta"..."...Dormes na minha insónia como o aroma entre os tendões da madeira fria..."

e "antegosto" o filme ...que não vi....


(mas também gosto de estrelas solitárias e orgulhosas como o Sol.)

8:30 pm  
Blogger Ana said...

nunca sei o que te dizer aqui ...
por isso calo e espanto-me sempre .

1:43 pm  
Blogger is said...

que uma páscoa estrelada ilumine o corpo.

12:13 am  
Blogger Mr. Lynch said...

Corpo Visível;
A imagem fez-me recordar o vídeo "Violently Happy" da islandesa Björk.
Se a memória não me falha... este filme esteve nomeado no ano passado no festival de Berlim.

12:54 am  
Blogger O Caso de Charles Dexter Ward said...

Impossível não achar este post magnífico!

11:31 pm  
Blogger triliti star said...

herberto helder, um dos "meus".

2:25 am  
Anonymous Anonymous said...

Eu quero caçar contigo.
F.

7:02 pm  
Blogger icendul said...

[não vi o filme, vou comentar apenas como quem não quer a coisa:)]sem que nos apercebamos, por vezes acontece esperarmos por um outro concebido numa qualquer idealização cibernética íntima, a ponto de quando um eventual outro surge, demorarmos a perceber de que não é, nem será o nosso ciborg, mas tudo bem:)

9:17 pm  
Anonymous Anonymous said...

Lindo. Também quero flutuar assim.
Francisco

1:18 am  
Blogger licopódio said...

why not?

9:26 pm  
Blogger Naked Lunch said...

:) primavera...

11:50 am  
Blogger art&tal said...

luzir nas trevas...

plok!

HH e um filme

plok!

como se pensa isto?

7:21 am  
Anonymous Anonymous said...

Há quem se feche num quarto para estudar e há quem alugue uma casa na Cantábria para o fazer. É preciso é estilo...
Se flutuasses antes para este lado do Atlântico é que era.
Francisco

5:40 am  
Blogger is said...

corpo, visível mas ausente

1:13 am  
Blogger L. said...

linkado

cor-po in-di-visível

11:10 pm  
Blogger vermelho como a estrada said...

Este post é já um dos meus preferidos.

1:28 am  
Anonymous Anonymous said...

Chérie estamos todos a torcer por ti.
Cheios de saudade também.
Queremos voltar a: cair ao Bósforo, sair do hotel e ver-te a conversar com o Peter Murphy (ainda não esquecemos o assombro), tomar banho clandestinamente em Pamukkale, andar de balão na Capadócia e ver-te delirar com o gajo das malas. rsrsrsrs
Isto tudo, agora pode ser noutro país - se for Grécia nós prometemos portar-nos bem.
O pessoal agradece os posts noutras línguas - nem todos somos obrigados a saber português e eu sou um péssimo tradutor de poesia.
Abraços e beijinhos. Francisco et al.

10:16 pm  
Blogger Texto-Al said...

belo belo belo:)
a imagem tb estámt boa.

Tiago

11:24 pm  
Blogger Naked Lunch said...

saltam melodias da imagem...

10:54 am  
Blogger ~pi said...

trocamos

estrelas

2:30 pm  

Post a Comment

<< Home